Com chegada a Portugal agendada para setembro, o novo Série 3 da BMW já tem preços definidos. A versão híbrida plug-in (330e), com uma autonomia elétrica aumentada para 60 quilómetros (mais 50%), é a vedeta da gama.

A ofensiva híbrida da BMW continua a ganhar expressão dentro das suas principais gamas. Prova disso é que a estrela maior da evolução do novo Série 3, denominada 330e. Para já proposta apenas na carroçaria sedan, a versão híbrida plug-in aumentou a sua autonomia elétrica para os 60 quilómetros (mais 50%) e reduziu as emissões de CO2 em 10%.
Na apresentação internacional, realizada em Munique, Alemanha, foram dados mais pormenores do 330e, que já está disponível para encomenda por 54.600 euros.
Nesta atualização, o modelo continua a recorrer a um bloco a gasolina de quatro cilindros, aliando-o a um motor elétrico. A junção de forças reparte-se entre o TwinPower Turbo de 2.0 litros com 184 cv e a unidade elétrica com 68 cv (50 kW), perfazendo um total de 252 cv e um binário máximo de 420 Nm. A aceleração 0 -100 km/h cumpre-se em seis segundos e a velocidade máxima anunciada aponta para os 230 km/h.

Em modo híbrido, o 330e consegue rodar até aos 110 km/h em modo 100% elétrico, mais 30 km/h do que o seu antecessor. Já em modo elétrico, a velocidade máxima amplia-se para os 140 km/h, mais 20 km/h do que o antecessor. Devido ao aumento da autonomia em modo elétrico para 60 quilómetros, o 330e consegue apresentar um consumo médio de 1,7 l/100 km e 39 g/km de emissões de CO2.

Novidade é ainda a estreia de um sistema que aumenta, de forma temporária, a potência disponível até um máximo de 41 cv; o XtraBoost. E a introdução de um modo Sport. A marca germânica não quer que o prazer de condução fique de fora nesta equação mais ecológica dos seus modelos. Acionado este modo Sport, o motor elétrico ganha protagonismo e um maior poder de “fogo”. Além disso, o pedal do acelerador adquire um tato mais preciso e a caixa de velocidades Steptronic de oito velocidades parâmetros exclusivos.

Carrinha desde 51.400 euros

Mas nem só a versão híbrida plug-in brilha no novo BMW Série 3. A Touring continua a manter o seu importante papel na gama. Nesta evolução, a carrinha aumentou consideravelmente: 76 mm em comprimento, 16 mm em largura e 8 mm em altura. As vantagens, em matéria de espaço e conforto, no habitáculo, são bastante evidentes. A capacidade da bagageira cresceu para 510 litros, dispondo agora de uma maior largura para o acesso da carga. De série, em todas as versões, é o portão automático.

A primeira a chegar ao nosso mercado, em setembro, é a Série 3 Touring 320d, disponível por 51.400 euros (na versão com 190 cv), aquela que representa a porta de acesso à gama. Com este motor, a carrinha cumpre os 0-100 km/h em 7,5 segundos e alcança uma velocidade máxima de 230 km/h. Os consumos médios anunciados são de 4,8 l/100 km.

A BMW Série 3 Touring 330i, também à venda em setembro, custará 56.100 euros, enquanto a 320d X-Drive obrigará a um investimento na ordem dos 55.000 euros.
Esclareça-se, desde já, que a carrinha só no verão do próximo ano conhecerá uma variante híbrida plug-in.

 

Fonte: Motor 24