O mundo da Fórmula 1 não deixou passar em claro este dia 3 de janeiro, data do 50.º aniversário de Michael Schumacher.

 

O antigo heptacampeão mundial de Fórmula 1, foi responsável por devolver a glória à Ferrari e ainda mantém vários dos muitos recordes estabelecidos ao longo da carreira, entre os quais continuam a estar outras marcas das mais importantes da categoria, como as 91 vitórias ou as 77 voltas mais rápidas, ou os 155 pódios.

O mundo da Fórmula 1 não deixou passar em claro este dia, e foram muitas as mensagens enviadas a Michael Schumacher e publicadas nas redes sociais.

Da Ferrari à Mercedes, passando por Lewis Hamilton ou Jean Todt, foram muitos aqueles que deixaram uma palavra ao antigo heptacampeão e até mesmo Mika Hakkinen lembrou a falta que o antigo piloto alemão faz à Fórmula 1 e à rodagem do documentário sobre os heróis do automobilismo.

Michael Schumacher é o verdadeiro ídolo da F1 que desapareceu da vista dos seus admiradores a 29 de dezembro de 2013, após um acidente de esqui nos Alpes franceses.

Schumacher faz 50 anos em família, junto daqueles que têm lutado e vivido pelo seu restabelecimento e que em nome dessa recuperação, cuja forma se desconhece, o têm mantido afastado do público incógnito que hoje o lembra de forma especial como vários outros que se conhece.

 

Fonte: Auto Portal