A Mercedes-AMG revelou o seu modelo com motor V8 mais potente de sempre: o AMG GT Black Series, que poderá ser encomendando no final do mês. Primeiras unidades serão entregues no outono.

Debaixo do capô encontramos o motor V8 4.0 biturbo que debita nada mais nada menos do que 730 CV de potência e 800 Nm de binário. A aceleração dos 0 aos 100 km/h realiza-se em 3,2, dos 0 aos 200 km/h em 9 segundos, e a velocidade máxima é de 325 km/h.

Esta nova versão de topo do AMG GT conta com um motor com várias modificações, como uma cambota plana de competição, uma ordem dos cilindros modificada (de modo a aumentar a capacidade de resposta, nomeadamente a regimes mais elevados), novas árvores de cames, turbos maiores com rolamentos antifricção, intercooler reforçado e um sistema de escape aprimorado.

A potência é enviada para o eixo traseiro por uma caixa de dupla embraiagem de sete velocidades, que ganhou novas relações de caixa e foi modificada de modo a favorecer passagens mais rápidas. A função Race Start foi alterada de modo a proporcionar arranques mais fulminantes.

Na senda do SLS Black Series, o GT Black Series tem um aspeto inspirados nas versões de competição, nomeadamente os GT3 e GT4 de corridas. Destaque para a entrada de ar dianteira com alhetas que otimizam a circulação do ar, lábio dianteiro em fibra de carbono ajustável em duas posições e capot em fibra de carbono ventilado.

Os painéis das saias laterais contam também com entradas de ar, há um difusor traseiro modificado e um spoiler traseiro bipartido, com barbatanas que ajustam até 20 graus – de modo a reduzir a resistência ao ar ou melhorar a estabilidade, dependendo da situação de condução.

O GT Black Series tem vários elementos em fibra de carbono que lhe permitem reduzir o peso: capot, tejadilho, tampa da mala, mas também o apoio da transmissão, reforços estruturais da carroçaria e o eixo transmissão. Destaque também para as jantes forjadas, travões carbocerâmicos de série, vidros dianteiro e traseiro mais finos.

O GT Black Series conta com uma suspensão ajustável de tipo “coil-over” combinada com um sistema de amortecimento adaptativo. Existem componentes em alumínio que ajudam a reduzir o peso e há rolamentos sólidos no braço de suspensão traseiro – solução herdada da competição – o que permite melhor precisão da direção.

Entre os modos de condução (onde se incluem nove configurações do controlo de tração) existe uma nova função Sport Plus que consegue identificar a superfície do circuito e ajustar o desportivo em conformidade.

No interior, este AMG GT recebeu elementos decorativos específicos, com revestimentos que misturam couro e microfibra, com pespontos em preto e laranja, além de aplicações em preto mate. Para poupar peso, conta com puxadores das portas de laço. Entre as opções, há bacquets em fibra de carbono e um AMG Track Package que acrescenta uma proteção anticapotamento em titânio, cintos de segurança de quatro apoios e um extintor.

 

Fonte: auto.monitor